Subscribe

RSS Feed (xml)

Powered By

Skin Design:
Free Blogger Skins

Powered by Blogger

sexta-feira, 5 de março de 2010

Um poema de Sylvia Beirute - Contracondição


























CONTRACONDIÇÃO

nunca um poeta disse que «tentar ser feliz
é fazer marioneta da felicidade». por aqui, somente
elucidamos os pés em pele
à passagem do espaço,
aceitamos que descrevam
a multiplicidade, qualquer que ela seja,
sob a perspectiva dos layers que se movem
em substituição a preto e branco.
aceitamos que há algo
sob o todo visual do subtexto autêntico
unindo conflitos para depois ilusões,
unindo pernas que seguram o ponto
do equilíbrio mais precário.
todos os poetas que admiro são contracondicionados,
reutilizam os invisíveis layers do seu
mérito adjectivo
entre palavras iguais e reflexos luminosos e lúbricos.
nenhum deles é feliz e, mantendo a sua
distância destilante, nenhum o deseja.

Sylvia Beirute
inédito

3 comentários: